RSS

Merry Christmas . Replace this text with your christmas wishes for your visitors .

Amor proibido, um erro humano

Amor...Tem coisa melhor que ter alguém para amarmos?
Será que existe um limite para o amor?
Será que todos os amores são proibidos?

Talvez tudo na vida seja um "proibidão", há coisas tão proibidas em relação ao amor, inúmeras delas nos deixam tristes, pois sofrer por amor não é nada legal, quem dera fosse previsível, mas também não o é...
Por descuido nosso nos escondemos ao estar triste, não exigimos de nós mesmos a alternância entre querer conversar com a pessoa vítima de sua tristeza a ficar calado num canto, de onde nada será resolvido, essas são as nossas complicações diárias..."se elevar ao descuido e se surpreender com os resultados."

Amor proibido exige muito cuidado, muito desejo de estar com a pessoa amada, sem traições, por mais que seja proibido por terceiros, a vida tem seus limites, e na limitação é que ela prova nossas decisões, nossos desejos, nossos planos e intenções, de vez enquando ela nos dá uns "enganos", mas não é por engano que ela faz isso, é apenas pra gente acordar e vivê-la.

Erros são questões dadas para nós para que com o erro, o eliminemos, dando a ele, acertos e conclusões, logo, a vida será modificada, e erros, soluções de muitas coisas...dentre elas o amor...

Enfim, tudo na vida, ou parte dela há o lado "proibido"...

Proíba-se de não amar!

1 comentários:

lettersfromlaunna disse...

Thee is nothing better than loving someone and having them love you... love is so amazing and even when it is painful, it is worth it. :)

Postar um comentário

Apresentação sobre o blog

A convicção de que a vida seja bela, só pode vir do êxtase de amar, do prazer de sentir a vida pelo vento que passa, e assopra aonde quer, que nos tira o passado, e nos move à frente, que nos conduz ao que é bom, deixando para trás o que não vale, o que não possui lucro.

Que ele assopre na gente com desejos de nos melhorar, nos nivelar pelo alto anseio de amar o outro como uma parte de nós, como um algo que sem ele não vivemos, como um ser cheio de atitudes para serem demonstradas enquanto esse vento não nos leve com um assopro de fim.

Que as razões não estejam tão certas quanto o desejo de amar, pois há quem ama sem precisar ter certeza, amar sem certas condições, amar ilimitadamente, amar sem lei, amar até o fim, e é no fim que definimos se o amor foi certo ou não, se foi verdadeiro ou não, eis a filosofia da vida, eis o blog que lhe apresento e desejo uma boa leitura!

-Érick Ramos-

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...