RSS

Merry Christmas . Replace this text with your christmas wishes for your visitors .

Speed Racer Policial in Valença

Qual o exemplo dos policiais para a gente?
Nenhum!
Quer dizer, os piores exemplos.
São os que mais ultrapassam sinais vermelhos, entram em contramão, e depois o pedestre se ferra com tudo isso, esse é nosso Brasil, isso é Valença.
Hoje, quando andava pela rodoviária, um dos carros da polícia passara em alta velocidade pelo local...
Agora, eu fico pensando, qual o motivo disso tudo, aliás, e se houvessem pessoas trafegando pela rodoviária, se houvessem dois ônibus fechando a rodoviária?
Acho que o freio no momento não adiantaria nada, sinais, "mãos" corretas ou não, policial algum respeitaria, então por que os ter?
Se naquela velocidade toda eles atropelassem alguém?
Mesmo sendo algum acidente, morte, ou qualquer tipo de coisa, isso é exemplo que eles dão, e dão ainda para chamarem atenção com as sirenes.

Agora, há bons policiais, não que esses sejam ruíns, não, mas manifestar tal exemplo sem sentido como este, acho que não precisaria disso, e até mesmo, se não fosse tão grave assim, acho que não precisaria de tão tal velocidade, mas se fossem bandidos assaltando algo, ou algo envolvido a drogas, aí sim, alguns deles não se tomariam o direito de ir até o local e ver o ocorrido, tais policiais são próprios bandidos de fardas.

O Brasil não modificou e talvez nem seja modificado, pois os bons se tornam ruíns, e ruíns continuam o sendo...

É hora de cantar a tão moderna música:


"Que isso Brasil, Que isso Brasil"

1 comentários:

Jaqueline Cristina disse...

Infelizmente, o que é ruim leva mais fama, e por isso todos ficam famosos como ruins, mas não são maioria que fazem tal fato (ainda bem) é uma minoria que denigre a imagem do todo! :/

Postar um comentário

Apresentação sobre o blog

A convicção de que a vida seja bela, só pode vir do êxtase de amar, do prazer de sentir a vida pelo vento que passa, e assopra aonde quer, que nos tira o passado, e nos move à frente, que nos conduz ao que é bom, deixando para trás o que não vale, o que não possui lucro.

Que ele assopre na gente com desejos de nos melhorar, nos nivelar pelo alto anseio de amar o outro como uma parte de nós, como um algo que sem ele não vivemos, como um ser cheio de atitudes para serem demonstradas enquanto esse vento não nos leve com um assopro de fim.

Que as razões não estejam tão certas quanto o desejo de amar, pois há quem ama sem precisar ter certeza, amar sem certas condições, amar ilimitadamente, amar sem lei, amar até o fim, e é no fim que definimos se o amor foi certo ou não, se foi verdadeiro ou não, eis a filosofia da vida, eis o blog que lhe apresento e desejo uma boa leitura!

-Érick Ramos-

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...