RSS

Merry Christmas . Replace this text with your christmas wishes for your visitors .

Poemas escritos na areia

São poemas levados pela água, vai-se pelo mar, pela praia, pela água que se leva, vai-se levando toda poesia, toda rima, mas que no fundo do mar, pode-se perceber que lá podem estar rastros de verdadeiros versos, versos de verdade, verdade em versos.
Na água que embala a areia, no vento que levanta a poeira, nos versos que faço à tão doce menina que os meus olhos encantam.
Que essas águas não levem os versos simples a qual ela eu faço, que não se esqueça, nem se perca na areia, que ao levar do vento, o vento a leve, e vá levando-a, levando ela até meus braços, e que lá, ela se aconchegue com uma xícara de chá, e no mais sublime verso, esteja eu lá, nessa areia do mar, aos olhos dela se encantar.
E quando por fim, os olhos dela brilharem, os sentimentos já vão estar tomados, pois quem é definido numa poesia, não a resiste, e assim se torna prisioneira do amor, a poesia é o amor escrito na areia, pois é lá, que as águas levam os versos, e sabe por quê?
Porque ninguém resiste à poesia, ninguém resiste ao amor.
São nas areias que os pensamentos se declaram, é na areia que podemos escrever o nome de alguém que amamos, é na areia que a água leva ao coração de quem se ama.

Vou escrever aqui, uma poesia que esteja na areia de nossos mares:

Um olhar que veio chegando aos poucos,
com um jeitinho de olhar meio louco,
veio conquistando bem aos poucos,
menina que os meus olhos encantastes.

Talvez seja escrito na areia,
sobre um poeta meio louco,
com desejos de a tê-la,
e porém, nunca dizê-la.

Espero que você entenda,
esse jeito chato de eu ser
provocante sem por quês,
amante sem dizer.

Amar-te foi algo tão bom,
ainda não escrevi na areia
poemas com rimas inteiras,
mas se for possível algum dia,
seu nome e o meu estarão escritos.

Se algum dia a água levar,
não se preocupe,
é hora de amar,
pois o mar já se vai.


Que as virtudes que nos são dadas todos os dias sejam bem cuidadas, pois quem ama, sabe, que se perder não volta mais, a água leva, mas como tantas coisas deixam marcas, o mar as deixará também, pois quem ama, sabe também que o mar é fonte viva que Deus nos dá.

3 comentários:

Jaqueline Cristina disse...

Que o mar leve, mas que a lembrança permaneça e o tempo não acabe.

lettersfromlaunna disse...

I love when people can write such powerful poetry, I used to be inspired but it has been well over 25 years since I have written anything so special. ;)

Vanessa Santos disse...

Poderosa mesmo!E olha que nem gosto de poesia...
Me faz uma visita?
http://mardeletras2010.blogspot.com.br/2012/06/ad-aeternum.html

Postar um comentário

Apresentação sobre o blog

A convicção de que a vida seja bela, só pode vir do êxtase de amar, do prazer de sentir a vida pelo vento que passa, e assopra aonde quer, que nos tira o passado, e nos move à frente, que nos conduz ao que é bom, deixando para trás o que não vale, o que não possui lucro.

Que ele assopre na gente com desejos de nos melhorar, nos nivelar pelo alto anseio de amar o outro como uma parte de nós, como um algo que sem ele não vivemos, como um ser cheio de atitudes para serem demonstradas enquanto esse vento não nos leve com um assopro de fim.

Que as razões não estejam tão certas quanto o desejo de amar, pois há quem ama sem precisar ter certeza, amar sem certas condições, amar ilimitadamente, amar sem lei, amar até o fim, e é no fim que definimos se o amor foi certo ou não, se foi verdadeiro ou não, eis a filosofia da vida, eis o blog que lhe apresento e desejo uma boa leitura!

-Érick Ramos-

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...